Anne Jullieth

A dança liberta o corpo, expande a mente e acalma a alma, pelo menos é o que diz a crença popular. Uma coisa é certa, assistir ao espetáculo de movimentos da bailarina Anne Jullieth é uma experiência singular, tamanha é a elegância da cadência das suas coreografias. Não é por menos que um expectador desprevenido é assaltado pela magia da dança, afinal a bailarina com seus 15 anos de idade acumula na sua história inúmeras premiações. Ela é natural de Teresina’ e já representou o Brasil, mais de uma vez, no Youth America Grand Prix (YAGP) em Nova York. Fora as inúmeras premiações nas diversas competições que participou. Anne Jullieth é um dos grandes destaques na dança que vem nos enchendo de orgulho e encantando o público por onde passa.

“O balé representa tudo porque mesmo triste eu fico feliz. Sempre que eu danço eu fico bem contente.” Anne Jullieth

Nome Completo: Anne Jullieth dos Santos Pinheiro

Descrição: Bailarina

Data de Nascimento: 26/09/2002

Local de Nascimento: Teresina-PI

A garota prodígio

Quem nasce envolta de dançarinos tem a sorte de crescer dançando e foi assim com a bailarina Anne Jullieth. Filha de pais dançarinos, ela foi se envolvendo com a magia dos movimentos desde cedo, apaixonou-se pelo ballet e começou a praticar aos 3 anos de idade. No palco a mistura de técnicas desempenhadas com excelência chega aos olhos do público com tanta graça que parece existir apenas beleza onde há anos de treino e muita dedicação. A dança encontrou a dançarina e esse casamento bem-sucedido é sentido nos palcos e afirmado pela bailarina: “Desde pequenininha eu gosto muito de dançar e eu fico muito feliz sempre que estou no palco. ”

Por trás do espetáculo

Existe muito suor escondido na trajetória de uma movimentação, o investimento no autoconhecimento é um trabalho árduo, perceber as possibilidades que o corpo possui pode ser um investimento exaustivo e assim funciona com a bailarina. Dentro da sapatilha tem mais que beleza, tem muita resistência, afinal o trabalho que precede o espetáculo tem o peso comparado aos demais esportes. Anne Jullieth diz que há muito trabalho, dedicação, disciplina e foco na sua construção como bailarina. Para ela é necessário escutar os mais experientes, respeitar o conhecimento dos professores, sempre aprender. Por isso, para Anne, um bailarino está em construção constante, evoluindo e aprendendo sempre. Buscando novos conhecimentos, ultrapassando as fronteiras, conhecendo o exótico, dialogando com as pessoas, treinando com disciplina, apurando as suas técnicas e sempre continuando o seu caminho.

Quando o mundo conheceu a bailarina

Anne Jullieth participou, em 2015, do Youth America Gran Prix (YAGP), que aconteceu em Nova Yorque, uma competição com os maiores nomes da dança de todos os continentes, na ocasião a bailarina concorreu com mais de 400 bailarinos. No YAGP ela participou com o repertório de Harlequinade ensaiada e adaptada pelo professor e coreógrafo Helly Junior (PI) e o Neoclássico Samba Le Lê, de Binho Pacheco (SP).  A bailarina se destacou e ganhou em vários festivais, inclusive nos festivais de dança de Teresina, nunca passando despercebida. Ela brilha, ilumina os palcos por onde passa, recentemente ganhou 1° lugar no Festival de Dança de Joinville que é considerado o maior do mundo segundo o Guinnes Book. Anne Jullieth complementa: “Em Moscou eu me destaquei muito e eu fiquei muito feliz de ter levado um trabalho e ele foi reconhecido”.

“Foi a arte que me colocou no mundo porque desde pequenininha eu vivi com isso.” Anne Jullieth

A trajetória da bailarina

Uma boa base fortalece qualquer pessoa, a disciplina aliada à paixão pela dança foi essencial para Anne Jullieth. A bailarina, filha de pais professores de dança, sempre teve os progenitores como referência. Já teve aulas no Centro de Artesanato, na Fundação Ballet Helly Batista, na Escola Estadual de Dança Lenir Argento se destacando desde cedo. Sua formação continua, hoje ela estuda na Especial Academia de Ballet, em São Paulo, e continua a acumular conquistas, são mais de 50 prêmios entre 1° 2° e 3° lugares. Atualmente a bailarina está radicada em São Paulo e conta que sair da sua terra natal foi importante para a continuação da sua formação como bailarina, dialogando com outros dançarinos, aprimorando os conhecimentos e conhecendo novos lugares.

Referências e aspirações

Anne Jullieth tem os maiores apoiadores e amigos, seus pais, que tiveram a sensibilidade de perceber o talento prematuro da filha. A bailarina não é esforçada apenas na dança, ela divide-se entre o ballet e a escola, seu tempo livre é disputado com as leituras e o estudo. A mãe, Geisa Pinheiro, e o pai, Frank Lauro, sempre apoiaram a filha nas escolhas artísticas dela. São mais que conselheiros, para Anne, eles são a inspiração dela no mundo da dança e na vida. A dançarina diz não querer continuar ascendendo, sempre aprendendo com os seus mestres, e tem como desejo dançar pelos palcos do mundo, conhecendo outros lugares e, sobretudo, sendo feliz, fazendo aquilo que ela ama e sempre no palco.

“A doce sina de dançar”

Quem dança troca energias, compartilha com o público não só um conjunto de técnicas e conceitos como emoções. Anne Jullieth sabe muito bem disso, ela gosta de dançar para as pessoas e também dança para si, afinal dançar exige introspecção da dançarina. A felicidade de subir nos palcos nunca deixou de existir, pelo contrário, pois só se intensifica. A bailarina foi conquistando com muita garra o seu espaço, mostrando trabalho e resultados. Ela atrai todos os olhares quando entra no palco, sua postura e graça é inconfundível. Anne com apenas 15 anos já com muitas conquistas tem muita estrada pela frente e aquilo que era promessa mostra-se ser realidade, ela é um dos grandes nomes da nossa dança.

Contatos

http://facebook.com/annejullieth.pinheiro

http://instagram.com/annejullieth

Fotos

Vídeos

Formação Acadêmica

Royal Academy of Dance

Especial Academia de Ballet em São Paulo-SP

Escola de Dança do Estado Lenir Argent, 2007 a 2010

Ballet Helly Batista, 2011 a 2014

Experiência Artística

Passo de arte – SP, 2010 a 2014

Festival de Dança de Teresina-PI, 2010 a 2014

Festival de Dança de Joinville – SC, 2012 a 2017

Danzamérica – Argentina, 2014 a 2016

Youth America Grand Prix New York – EUA, 2014 a 2017

Prêmio Paulista de Dança São Paulo, 2016

Prix de Lausanne – Suíça, 2017

Festival Internacional de Ballet em Moscou, 2017

Outras fontes

http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2015/03/bailarina-do-piaui-integra-grupo-de-25-brasileiros-que-irao-ao-yagp-em-ny.html

http://www.gp1.com.br/noticias/anne-jullieth-vai-a-seletiva-do-youth-america-grand-prix-267425.html

 

Última atualização: 22/10/2017

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

Publicado em: Artistas, Dança

Tagged as: , ,

Anúncios

Um comentário em “Anne Jullieth Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s