Negritude Piauiense

O projeto Negritude Piauiense entende que a fotografia além de captar imagens, ela tem a capacidade de demonstrar uma ideia, um pensamento e um ponto de vista. Através de elementos como: plano, foco, movimento, forma, ângulo, cor, textura, iluminação, perspectiva, equilíbrio e composição, a fotografia possui uma linguagem própria. Linguagem essa capaz de chegar a todos os lugares e atingir muitas pessoas de formas diversas. Por meio desse meio visual, procuramos provocar emoções e mostrar a beleza das mulheres negras do nosso estado.

Negritude Piauiense 01

Nós mulheres negras, apesar de sermos a maioria no Estado. Não nos vemos na mídia nacional e local. Apesar de atualmente existir essa explosão de informações sobre empoderamento, a nossa beleza ainda é exotizada” explica Camila Hilário, Diretora do Projeto.

A ideia do projeto através do ensaio fotográfico é buscar elevar a autoestima de meninas e mulheres negras do Piauí para que elas possam enfrentar o racismo de cabeça erguida.

Negritude Piauiense02

Foi uma experiência maravilhosa poder fotografar essas mulheres fortes e com as mais diversas histórias de vida. Elas nunca tinham participado de nenhum ensaio fotográfico e foi incrível ver a reação delas ao se ver ali retratadas de forma tão natural.

Negritude Piauiense capa

As fotos serão expostas no IV Congresso sobre Gênero, Educação e Afrodescendência (IV CONGEAfro): Descolonialidades e Cosmovisões, que acontecerá no período de 07, 08, 09 e 10 de novembro de 2017 na Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Ministro Petrônio Portella/Teresina-PI.

Anúncios

4 comentários em “Negritude Piauiense Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.