Monise Borges

Desde menina Monise Borges já demonstrava o dom para a música, começou a cantar aos 10 anos de idade em sua cidade natal Picos, um dos municípios do Piauí, como integrante da banda de Pop Rock autoral Agnes, posteriormente migrando para a carreira solo. Além do estilo eclético a cantora e compositora toca diversos instrumentos musicais como: violão, cuatro, ukulele, kazoo, escaleta, alguns instrumentos de percussão tais como o pandeiro e agogô, entre outros. Seus dois CDs lançados: “Penso em Ti” (2008) e “Amor em Prelúdio” (2013) são a prova do talento e dessa voz que encanta e emociona. Monise formou-se em Licenciatura em Música na Universidade Federal do Piauí, participou de alguns projetos como o projeto 8 em ponto (Parnaíba-PI) e o projeto a Fina Terça apresentado no palácio da música e que ganhou uma versão para o festival Artes de Março intitulado O fino canto. Seja interpretando os clássicos da MPB ou com a música autoral Monise veio para cativar o público.

Nome Completo: Monise de Araújo Borges

Descrição: Cantora e compositora

Data de Nascimento: 26/07/1989

Local de Nascimento: Picos-PI

A infância da cantora

Sempre muito esforçada, Monise Borges, apesar de ser autodidata, ou seja, ter aprendido tocar e cantar sozinha, dedicou-se e investiu na sua formação musical. Por isso, em 2009 ingressou no Conservatório Souza Lima em São Paulo, referência em educação musical no país, onde participou de corais e breves montagens musicais, dentre eles “A Ópera do Malandro” e “Os miseráveis”. Mais tarde, em 2015, a cantora esteve em intercâmbio na Universidad de Antioquia em Medellín – Colômbia no programa de música-canto durante seus meses; De julho a agosto de esteve em intercâmbio cultural pelo programa IBERMÚSICAS, programa de fomento das músicas ibero-americanas, na Universidad de Costa Rica desenvolvendo um trabalho de composição sob orientação do professor Carlos Castro), detentor do Grammy Latino. Monise é uma inspiração para a sua geração, graças a sua dedicação e talento vem se destacando a cada dia.

O primeiro disco

 Todo o talento de Monise veio materializado já no primeiro CD, intitulado “Penso em Ti”, lançado em 2008, em Picos, trazendo dez músicas com composições de sua autoria. Destacam-se as músicas “Mar de Flores” (youtu.be/zKWWGCKTEqE), “Penso em Ti” (youtu.be/T3wHtU8dFaU) e “Minha Razão (youtu.be/J7L1M1LbWGo)”. Apresentou-se com esse repertório pelo Piauí sobressaindo-se em alguns concursos regionais de música, como o Chapadão (Festival de Música Chapada do Corisco), além de concursos a nível nacional. Com esse trabalho Monise confirmava o grande talento que fora manifestado desde a infância e que vem ganhando espaço no cenário nacional.

Dominando os festivais de música

 Dentre as participações de Monise em festivais, podemos destacar o I ENOP (realizado da cidade de Picos), Festival Cantos do Piauí (no qual ficou em segundo lugar com a música “Penso em Ti”, tendo recebido mais de 4.000 votos em votação popular para a final), Festival Chapadão e Festival da Juventude (que lhe rendeu a vitória na categoria Melhor Música, com sua música “Versos para Luiz”), realizados em Teresina. Em 2013, Monise foi selecionada para representar o Piauí na Bienal da UNE, realizada em Recife-PE, na mostra selecionada de Música, em que apresentou canções de sua autoria. Em 2014, foi indicada como melhor cantora e melhor compositora no I Prêmio Fm Cultura de Música realizado pela Prefeitura de Teresina; Foi a única mulher brasileira selecionada na convocatória 2014 de Ajudas de residência para compositores do programa IBERMÚSICAS. Sua sensibilidade que nunca passa despercebida nos diversos festivais dos quais participou.

“O papel do artista sempre será o de bagunçar tudo, questionar, de transformar, mostrar um novo caminho e nova visão das coisas e colocar um ponto de interrogação.” Monise Borges

O segundo disco

 Em 2013, Monise Borges lançou o CD “Amor em prelúdio” no Theatro 4 de Setembro, em Teresina com 12 música autorais nas quais canta temas que exaltam a sua cidade natal, Picos, além de homenagear Teresina e os elementos da cultura piauiense. É desse álbum a premiada música “Versos para Luiz” que atraiu tantas atenções e que demonstra sua admiração por Luiz Gonzaga. O CD conta com a participação especial do cantor José Quaresma Campos Filho na música “Desde que encontrei você” (youtu.be/Pb0ZA0g_Uns). Além da magnífica música “Amor em Prelúdio”, canção que dá nome ao álbum: youtu.be/MTkJlA5oHhE. Sobre o processo criativo, Monise diz que ele não acontece de uma só maneira e que embora a letra, ou poesia, e a melodia sejam produzidas em momentos diferentes ambas se complementam e são lapidadas em conjunto. E a sua inspiração, por vezes, pode ser movida por temas específicos, um exemplo disso é a canção sobre Luiz Gonzaga.

Os novos projetos

 O novo Cd de Monise Borges demonstrará o resultado da experiência adquirida com o que foi aprendido na sua vivência e estudos nos intercâmbios. Será um álbum que irá evidenciar mais ainda sua versatilidade: terá tango, brega, afoxé, baião, valsa, entre outros estilos. Sua flexibilidade e o poder de adaptação já é bem visível nos trabalhos anteriores com as canções que vão desde o rock à mpb, interpretando ou compondo as mais diversas canções. Monise mostra um pouco da sua trajetória com esse novo trabalho e um pouco da sua identidade artística tão multifacetada. Trabalho no qual começou a ser gravado em 2016 e deverá ser lançado focando apenas nas plataformas digitais. O novo álbum, intitulado  “Bajo el mismo cielo” ( sob o mesmo céu) trará 6 canções compostas durante a sua residência na Costa Rica, tem o apoio do programa IBERMÚSICAS e tem como alvo o público infantil. “Resolvi gravar estas canções porque elas trazem elementos da música latinoamericana e das raízes indígenas, então eu tenho um carinho especial por este disco!”, afirma Monise.

As referências da artista

O papel do artista “sempre será o de bagunçar tudo, questionar, de transformar, mostrar um novo caminho e nova visão das coisas e colocar um ponto de interrogação”, segundo Monise Borges. Por isso, a cantora sempre versa pelos mais diferentes caminhos explorando variados estilos. Seu maior sonho é ser reconhecida por meio da sua arte e carregar consigo o nome do Piauí para além das fronteiras do estado e para o mundo. Construindo a base que inspira essa grande artista temos a mesma diversidade que sustenta seu estilo. Monise afirma que, suas influências musicais vão desde os cantores do cenário nacional como a cantora Céu, o Rei do Baião Luiz Gonzaga e o alagoano Djavan, até os nomes da música piauiense como Bia e os Becks, Hugo Dos Santos e a banda Validuaté. Para quem quer seguir essa carreira, Monise diz que “ o mais importante é querer gostar de cantar, além de sempre tentar inovar” e complementa afirmando que a pessoa “deverá buscar conhecer o seu instrumento, ou seja, o seu corpo”, por isso “o estudo do canto é essencial”. Com versos musicalizados que são mais do que perceptíveis, destacam-se. Monise ainda trará muitas surpresas boas e grandes trabalhos para a música popular piauiense e brasileira.

Contatos

http://facebook.com/moniseborges

http://instagram.com/monise.borges/

http://deezer.com/br/album/15773242

Fotos

Vídeos

Outras fontes

https://cidadeverde.com/noticias/108377/monise-borges-mostra-no-talentos-do-piaui-musica-que-venceu-festival

https://cidadeverde.com/videos/10779/monise-borges-mostra-musicas-autorais-no-feito-em-casa

Última atualização: 21/08/2016

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s